COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Pele: Limpeza com óleos (DIY)

oleo_de_jojoba Imagem: Sabão e Glicerina

Quando escrevi os posts “melhores de 2011”, deixei de dar detalhes de várias das coisas que citei, pra fazer resenhas mais completas de cada um. Vou começar, então, falando dos primeiros que eu mencionei (aqui) e que não têm resenhas ainda aqui no blog.

Vou pular o Bioderma Solution Micellaire porque acho que todo mundo já conhece, né? Tem muitas resenhas por aí afora sobre ele. (Em todo caso, se quiserem eu posso escrever também, deixem nos comentários se acharem interessante.)

Já com a limpeza com óleos, tenho bastante pra contar.

De uns tempos pra cá, a gente lê em vários lugares sobre “Oil Cleansing Method”. Pra quem não conhece, em vez de escrever tudo de novo, vou fazer referência ao post da Renata, do Conversa de Beleza, aqui, onde ela conta como se faz, como funciona, explica vários tipos de óleos, etc. Ela conhece bastante sobre o assunto, então é melhor do que eu escrever sobre isso.

Eu cheguei a usar esse método algumas vezes, mas confesso que acho trabalhoso demais. Além disso, esse método, acho, limpa mais profundamente, por causa da compressa morna, e acho muito bom pra uso menos frequente.

Pro dia-a-dia eu acho super práticos e eficientes os óleos de limpeza que são mais fáceis de usar, que estão disponíveis em linhas de várias marcas, sendo o mais famoso provavelmente os da Shu Uemura, que são caros pra dedéu. A MAC também tem, bem mais em conta, inclusive, mas ainda assim não é barato pra nós aqui no Brasil. Nunca comprei esses, mas experimentei umas amostras de outras marcas (Nude e Shiseido, por exemplo) e achei ótimos pra limpar a pele e remover maquiagem.

Eu, que nem sempre me deixo intimidar por preços de maquiagem e produtos pra cuidados pra pele, em alguns casos acho que é muito possível economizar e ter um produto que funciona. Esse é um dos casos.

Vi um post no blog Dempeaux esse post onde ela mistura os óleos com emulsificante e produz seu próprio óleo de limpeza. Bem simples e customizável.

Tenho usado minha mistura de óleos há uns dois meses, ou mais, e tenho achado ótimo. Remove a maquiagem e limpa a pele direitinho, e não é chato de tirar por causa do emulsificante. É só massagear na pele, e aí emulsificar com água e enxaguar. Mais fácil ainda: eu costumo massagear o óleo e depois, com uma esponja bem encharcada de água, ir fazendo espuminha no rosto em movimentos circulares e enxaguando com bastante água. Moleza. Uso inclusive na área dos olhos, geralmente retira também todo o rímel (não todos, mas a maioria), e não arde.

O emulsificante na mistura é uma mão na roda. Não fica qualquer resíduo de óleo na pele, é bem fácil de enxaguar. E a pele fica macia e bem limpa (podem testar usando um algodão com um tônico de limpeza, pra conferir), e sem ficar ressecada e repuxando.

Eu uso a receita do blog Dempeux, deu super certo pra mim. Reparem que ela menciona que para peles mistas ou oleosas, pode-se aumentar a quantidade de óleo de rícino pra 20%. E acreditem, faz muita diferença. O óleo de rícino pra remover oleosidade da pele é uma coisa de outro mundo. Na minha pele, que é mais seca, não consigo usar mais que 10% dele, senão resseca muito.

A receita é a seguinte:

20% Polysorbate 80 (the ‘easy rinse’ aspect, and the same ingredient they use in the Eve Lom and Shu Uemura cleansers)

10% Castor Oil

70% Oil

Pra compor essa mistura, não é difícil encontrar os ingredientes. Aqui na Sabão e Glicerina, por exemplo, encontro tudo que eu preciso, inclusive frascos pra colocar o óleo.

Traduzindo, a receita é assim:

20% Polissorbato 80 Tween 80 (emulsificante)

10% Óleo de rícino

70% Óleo vegetal*

gotas de essência aromática**

É só misturar num frasco, nessas proporções, e está pronto o óleo de limpeza.

* Eu usei uma composição dos óleos que achei que devem ser mais benéficos pra minha pele, ou que eu já tinha aqui em casa (algodão, café, rosa mosqueta, argan), mas dá pra experimentar muito ainda. Nesse site, em cada tipo de óleo tem uma descrição rapidinha da indicação, e sempre dá pra dar uma pesquisada na internet pra ver qual óleo seria mais interssante pra fazer sua própria composição. O óleo de algodão achei bem legal porque é menos viscoso e o contato com a pele é mais agradável. Não usei óleos essenciais porque eu não tenho conhecimento suficiente pra saber como eles funcionam, mas provavelmente é possível.

** Os óleos não são aromatizados, mas não têm um cheiro lá muito agradável – especialmente o óleo de rícino, que eu acho bem ruinzinho. Mas como ele é essencial pra limpeza da pele, eu coloco um cheirinho pra deixar a experiência toda mais agradável. :)

A mistura não fica homogênea, acho que as densidades diferentes dos óleos e do polissorbato é que fazem isso. Acho que daria pra fazer uma que não separasse, mas eu teria que ser química pra saber. :/ E não acho também que seja um problema. É só agitar o frasco antes de usar.

Nota: no final do post da Dempeaux, ela menciona que usa esses óleos usando uma técnica de massagem facial bem interessante.

20 comentários:

Anônimo disse... [Responder comentário]

Oi!Meu nome é Martina e é meu primeiro comentário aqui,mas eu já leio o blog há mais de um ano.Creio que aqui eu posso palpitar um pouquinho porque coincidentemente esse mês eu pesquisei bastante sobre cosméticos naturais.Você pode usar óleos essenciais a 1% sem medo,ou seja,para cada 100ml de óleo de limpeza,1ml de óleo essencial (poderia até 3% mas teste com menos para começar)mas lembre de evitar os cítricos,que podem manchar a pele devem ser usados com cuidado,e pesquisar quais são os melhores pro seu tipo de pele.Alguns neutros que(podem ser usados por amadores como nós tranquilamente) são os de lavanda,camomila e tea tree.

Vanessa disse... [Responder comentário]

Obrigada pelos links do post, já tinham me passado essa receita do óleo de limpeza mas não achava de jeito nenhum esse emulsificante para comprar.
Eu já testei o The Oil Cleansing Method, limpa muito bem mesmo mas dá muito trabalho (apesar de adorar os cravinhos que saem rolando com facilidade). E a proporção de óleo de rícino é importante mesmo, comecei com 30% e ficou muito ressecado, atualmente trabalho com 15% e mesmo assim acho meio forte.

Denise Mercedes disse... [Responder comentário]

Rê,
estou gostando muito do óleo verdinho da Shu Uemura! Impressionante como a pele fica limpa e macia. Depois vou testar um feito em casa também; muito prática essa receita!
Uma dica: na Cosme De vende amostras de 10 ml desse óleo Shu por um preço legal (e com frete grátis). - para quem quiser experimentar sem pagar os tubos! rs
Beijos!

PS: Estou feliz que você voltou a escrever! ; )

Renata disse... [Responder comentário]

Oie! Leio o teu blog e sou química! Tente aumentar um pouco a quantidade de emulsificante, se não der, coloque um pouco de álcool (gotinhas), deve resolver!
Beijos!

Gislaine Ceregatti disse... [Responder comentário]

Oi Renata!

Curti essa coisa dos "cravinhos rolando"... Já não tenho muitos pelo rosto, mas os do nariz e região adjacente são f@da... Daí a pergunta: saem os do nariz também? Tô quase correndo pro banheiro agora com o vidro de azeite de oliva e de óleo de amêndoas, hehe.

Lucia Marina disse... [Responder comentário]

Gente, esse post tá demais. É por isso que amo esse blog, a gente nunca sabe o que vai aparecer. Os óleos Shu são realmente muito caros, aí vem a Renata e mostra o caminho. Amei a dica da loja Sabão e Glicerina, pretendo fazer umas experiências alquímicas por aqui.

Bjos!

ana sk disse... [Responder comentário]

Oi Renata, adorei o post e os links. Eu não sabia desse método de limpeza com óleo, deve ser muito bom pra limpeza profunda, fiquei louca pra testar.
O que eu eventualmente uso é o óleo de limpeza da lancome, que deve ser do tipo dos que voce citou no post, é bem simples de usar, eu costumo passar no rosto seco antes de entrar no banho, aí emulsiono com água morna e sai tudo bem fácil, a sensação é de uma limpeza muito boa, melhor até do que com gel ou sabonete facial (e a minha pele é mista). testei o verdinho shu uemura que você citou, e também um óleo em gel da clarins, mas dos três o da lancome me parece limpar "melhor", pelo menos a sensação é essa.
Tem um da Dior que uma vendedora usou pra limpar meu rosto, me pareceu muito bom mesmo, bem mais fluido e leve do que os outros que usei, mas só testei na loja, o problema é que ele era beeem caro, tipo os do shu.
Bom, queria contribuir um pouquinho porque acho que muita gente nem imagina como esses óleos limpam bem mesmo as peles mistas e acho que até as oleosas, eu fiquei muito surpresa com isso quando usei pela primeira vez.
que bom que vocês estão escrevendo de novo! obrigada
um beijo

Juliana disse... [Responder comentário]

O emulsificante torna desncessário lavar o rosto após o uso do óleo? Nossa, AMO postagens DIY e cosméticos mais naturais! O blog de vocês é incrível, estava com saudade de novas postagens. :)

L. disse... [Responder comentário]

Oi, Renata! Muito útil o post, já tinha lido em alguns blogs sobre a limpeza da pele com óleo, fiquei bastante curiosa, mas não tinha acesso aos produtos indicados. Agora, com essa receita, acho que fica mais fácil testar.

(Não querendo ser indelicada, mas se puder acertar lá no texto: "Uso inclusive na área dos óleos olhos, geralmente retira também todo o rímel" (pode excluir essa parte do comentário depois) :) )

Renata disse... [Responder comentário]

Martina, obrigada pela dica dos óleos essenciais. :D Ajudou!

Vanessa, se vc experimentar, me conta depois. :)

Denise, depois que eu testar eu te conto. Sendo Shu Uemura, eu tenho expectativas altas, lógico que não imagino que meu oleozinho se compare haha Mas depois te conto.

Renata, super obrigada pela informação. Eu fiquei com receio de colocar muito emulsificante... O "resolver", você diz, é sobre o produto ficar separado? hmmmm Legal!!! Valeu!

Gislaine, não é tão simples assim. Muitos cravinhos saem com alguma facilidade, os pequeninos... Os meus saem, inclusive com ajuda do óleo e do clarisonic também. Mas não saem todos, não, especialmente do nariz. Aí acho que é uma limpeza de pele mesmo que tira. :/

Lucia, que bom que vc gostou! Se experimentar e quiser comentar aqui se gostou, vamos achar legal. :D

Renata disse... [Responder comentário]

Ana, tem muita informação sobre esse método na internet. Dá uma pesquisada que vc acha muita coisa!

Pois é, eu também gosto mais do que sabonetes ou géis de limpeza. Da Dior não sabia que tinha, mas deve custar caro mesmo. Vou passar rs

Obrigada por contar como o óleo se comporta em peles mistas. Quem tem pele oleosa deve ter receio de usar, mas eu também acho que dá uma equilibrada melhor na pele. :)

Juliana, é, não precisa lavar depois. Bom, né? ahaha Obrigada pelo feedback!

L., é MUITO mais fácil que o método com água quente, toalhinha e tudo mais. Não limpa tão profundamente assim de cara, mas compensa pela facilidade. (Não é indelicadeza, não, às vezes passa um erro assim. Fica à vontade. Obrigada por avisar, vou corrigir lá já!)

beijos!

Dani Cano disse... [Responder comentário]

Renata,

eu uso o óleo de amêndoas puro p/ limpar o rosto e tiro c/ algodão úmido e depois lavo normalmente.
Não sei se consigo usar sem lavar, mesmo c/ emulsificante.
E onde encontrar emulsificante??

Anônimo disse... [Responder comentário]

Ola, depois que vi o que voces dizeram sobre o Boticário e os preços na Europa eu criei uma foto para compartilharmos no face!!!!
Entrem lá: http://www.facebook.com/profile.php?id=100003329451288#!/profile.php?id=100002985992000 e compartilhem!!!!

Karina disse... [Responder comentário]

eu sou tarada pelos óleos da Shu Uemura. Já testei o verdinho, o amarelinho e o azulzinho e todos se saíram perfeitamente bem e deram uma melhorada absurda na minha pele. Isso que a minha pele é oleosésima. Não considerava tão caro assim, porque o vidro grande acaba durando quase um ano. E uma das maiores vantagens que encontro é o fato de não precisar de algodão e lencinhos para tirar a maquiagem. Se você colocar no lápis, acaba até economizando. Já usei outros cleansing oils de umas marcas japas que eu não conheço de nome e não se saíram tão bem, mas não dá pra dizer que se saíram mal. Estou com um vidrão novo do verdinho shu, mas quando ele acabar, vou testar a receita. Vai ser a maior descoberta do ano (isso que o ano só está começando).

Thays Xavier disse... [Responder comentário]

Oi Renata vc poderia tirar uma foto de como fica o resultado final do produto?
Pois caso eu queira fazer pra saber se obtive um parecido com o seu.
bjos

Renata disse... [Responder comentário]

Dani, se usar emulsificante você já vai estar lavando :) Eu coloquei os links de onde comprei os ingredientes no post.

Karina, eu testei essa semana o Shu Uemura (verdinho) e achei que ele é bom, mas é bem diferente desse que eu misturo. O S.U. parece que não 'desliza' tanto na pele. Mas vou avaliar com cuidado, ver como é com o uso contínuo. No geral, adoro óleos pra limpar a pele, duvido que esse não seja mara. rs Mas ó, até acho que se for bonzão mesmo, vale o preço. Mas não rende muito, não - pelo menos uso bem mais quantidade do SU do que desse óleo misturado.

Thays, fica com a mesma aparência dos ingredientes que você usar. O aspecto vai depender dos ingredientes. A "cara" geral é de óleo, nada de mais.

bjs

Amandinha disse... [Responder comentário]

Oi Renata!!
muito legal esse post!
Sou cosmetóloga e palpiteira....rs..bem, como segurança, eu adicionaria também um BHT, ele vai atuar como conservante na fórmula, preservando a integridade dos óleos. Para isso voce terá que aquecer a formula pois o BHT é em forma de Pó.
bjs
amandinha
www.cosmeticosetendencias.com.br

Renata disse... [Responder comentário]

Oi, Amandinha! Hm, boa dica! Eu misturo pequenas quantidades (tipo 100ml de cada vez), então não tive problema de estragar nem nada. Se eu tiver que esquentar, já não sei se vou ter paciência. rsrs Mas tá registrada a dica, obrigada!

bj

Anônimo disse... [Responder comentário]

Rê, o emulsificante tira todo o óleo? Pergunto porque tenho receio de prejudicar a penetração do creme hidratante (porque óleo forma uma barreira que impede a passagem de água).

Iuna

Renata disse... [Responder comentário]

Luna, tira, sim. Se fica algum traço, é imperceptível. Aí se você quiser mesmo ter certeza, usa um tônico depois e aí fica garantido que não fica nada. Em todo caso, se ficar alguma coisa do óleo, eu não acho que seja problema, porque é imperceptível, e não faz mal à pele porque os óleos são do bem. :)

bj

Related Posts with Thumbnails