COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Ouro de tolo

 

 

ellisfaas Imagem do website – Ellis Faas

 

Eu já escrevi aqui mais de uma vez minha opinião sobre barato X caro. Pra mim, a probabilidade de comprar um produto caro e não me decepcionar é muito maior do que se eu comprar produto barato. Isso eu aprendi como? Gastando muito em produto barato e jogando muita coisa fora.

Hoje, quase não faço mais isso. Ainda compro várias coisas baratas, mas só quando vejo muitas recomendações, ou quando é alguma coisa que eu já conheço.

Portanto, é uma questão de baixar os riscos de errar, mas como eu disse, é só uma questão de probabilidade.

E vira e mexe [oi, expressão velha!] acontece uma onda pelos blogs sobre algum produto super legal e inovador. Às vezes é só onda, infelizmente.

 

Há meses os produtos da Ellis Faas fazem onda na net. Pessoalmente, sempre achei a marca meio pretensiosa, por causa dos anúncios, da maneira como se apresenta… Aquela cara pintada na pele é muito esquisita, e parece muito coisa de quem quer ser diferente e inovar e desliza pra forçação de barra. Mas vai saber, né? Todo mundo fala bem dos produtos…

Aí é que está. Todo mundo fala bem  dos produtos, mas nem todo mundo conta tudo. Uma parte dos fatos sobre os produtos dessa marca só aparece em resenhas de alguns blogs. Já vi vários mencionando exatamente o que eu vou mencionar, mas vou contar de novo porque eu vi o negócio de perto e testei.

Pra quem nunca viu: são produtos basicamente cremosos ou líquidos, inclusive as sombras, que vêm em “canetas” super estilosas. A idéia é inovadora, prática, bonita, clean, etc etc. Bla bla bla.

O negócio é o seguinte: o produto vem nessas embalagens, sim, que são uma tranqueira inominável. Algumas vêm com uma esponjinha na ponta, outras com pincel. Não sei o motivo da diferença, mas provavelmente é devido à fórmula de cada produto, sei lá.

Em todo caso, os que são com pincel li resenhas dizendo que o pincel é meio vagabundo e fica com os pêlos assim… como se diz? Tortos, espalhados pra fora, sabem? Assim como nessa foto, no blog “My Beauty Hoard”.

Os que eu testei foram dois blushes, que eu comprei num “blog sale” (desapego). Paguei barato e aproveitei a oportunidade pra experimentar, porque ia ser difícil eu ter coragem de gastar tanto nessas peças, sem nem conhecer. Se eu tivesse pago o preço pelo qual esses produtos são vendidos nas lojas, estaria ultra p…. digo, irada.

 

novembro 008 Embalagem “inovadora” cheia de graça

 

Mas pera, custam tanto assim? Querem ter uma idéia? Vejam aqui no site da marca. Só pra dar uns exemplos:

Blush: US$ 32 (2,5ml)

De novo: 2,5ml

Base: US$ 65 (14ml)

Isso mesmo, 14ml. Quatorze mililitros.

Corretivo: US$ 40 (2,5ml) Dois mililitros e meio.

 

Claro que cabe dizer o óbvio: não gostou do preço? Não compra, oras. Preço alto nem sempre é sinônimo de abusivo; muitas vezes não é, mesmo. O problema é que, ao optar por comprar um produto com preços assim – e há outros vários no mercado com preços elevados, mas cuja qualidade corresponde ao preço – você espera estar adquirindo um produto de valor elevado em todos os sentidos. Isso também é óbvio, pra mim.

Porém…

Os blushes vêm com a ponta tipo esponjinha. O aplicador é podre. Primeiro, que a fórmula não parece se dar bem com esse tipo de aplicador, e embola e fica tudo nojento na ponta, meio grudado. Aí você pega e tira aquela gororoba que fica grudada na ponta, gira a base e espera. Isso antes de começar a maquiagem, porque demora aí uns cinco minutos pro produto resolver sair do tubo. Nos primeiros dias, achei que não ia sair mesmo, desencanei, fechei e fui embora. Danou-se: o negócio só sai depois de algum tempo que você girou a base. Descobri depois. (Deve existir algum propósito genial pra isso, vai saber… )

 

novembro 019Ellis Faas Blush S302 (podem falar… que nojo!)

 

Segundo, porque entope. É, entope os furinhos. Mesmo que você não deixe produto na ponta da esponjinha vagaba do aplicador, entope.

“Mas não faz mal, é só limpar, lavar e desentupir com uma agulha.” SÉRIO que eu compro um produto dessa estirpe e tenho que passar por isso pra solucionar um problema que nem deveria existir, em primeiro lugar? E de uma maneira que nem é simples?

Bom. Tem mais.

A tal da caneta não desmonta. Eu, pelo menos, não consegui desmontar e não vi informação em nenhum lugar sobre alguém que tenha conseguido. Ou seja: você não sabe quanto produto tem lá dentro – nem quando compra, nem quando vai usando, nem quando vai acabar. Isso, lógico, pra manter a ilusão de que você está comprando alguma quantidade de produto, e não a miséria que efetivamente vem ali dentro.

E não tem refil.

E vai acabar logo, porque se joga muito fora por causa da porcaria do aplicador que embola e inutiliza uma boa parte do produto, antes de liberar uma quantidade decente e usável da fórmula (pra quem ficou pensando se isso acontece só com os blushes, já li várias resenhas comentando que acontece também com as sombras).

E essa inovação fantástica do design em maquiagem, algo como nunca se viu, diferente e cheio de classe [cof, cof], custa uma fortuna.

E vem uma quantidade mínima de produto.

E num aplicador que não presta pra aplicar.

E que entope.

E tem que deixar virado pra baixo uns minutos antes de usar, senão não sai nada mesmo.

Isso dito, o blush em si é lindo. Realmente lindo, dá uma cor natural e iluminada. As cores são clarinhas, super leves e transparentes, mas se aplicar uma quantidade razoável fica muito bonito mesmo (não estou sendo irônica, é lindo mesmo rs). Chega a dar vontade de que a marca supere o desafio (bem fácil, inclusive) e consiga fazer embalagens que funcionem.

Mas a vontade passa bem rápido, porque devido a todos esses “detalhes”, eu peguei uma aversão definitiva a esses produtos.

 

novembro 035

 

novembro 025 Ellis Faas Blushes S302 e S301 espalhados na pele. Essas pelotinhas de meleca ressecada eu não tirei de propósito pra vocês verem do que eu estou falando. Mas saem, é só dar uma espanada nelas.

 

 

Sabem quando eu vou comprar alguma coisa da Ellis Faas? Provavelmente nunca.

Achei um lixo? Não! Achei a fórmula até boa, as cores lindas, o acabamento… Mas eu pagaria 5 dólares por um blush desses, nada mais. Pra mim, é o que valem. Valeriam mais, pela qualidade dos produtos, mas depreciei um pouco porque não gostei nada da pretensão da marca.

E não só pela pretensão, mas também pelo que eu entendo como desonestidade. Pra mim isso é ouro de tolo. Significa vender um metal parecido com ouro pelo preço de ouro autêntico, porque quem está vendendo apresenta o produto como tal. Pra mim, é isso: Golpe. Trapaça. Enganação. Má fé. É o tipo de coisa que quem está vendendo SABE, afinal o “ouro” (de mentira) é dele… E o dinheiro (de verdade), que ele vai embolsar, é seu.

Eu chuto por esses motivos, e não porque não gostei do produto. Vocês não chutariam? Não é de enfurecer uma pessoa, isso?

(GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! De macumba!)

21 comentários:

Karen Lommez disse... [Responder comentário]

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk nossa, nunca me empolguei com essas embalagens e com os preços. Agora tb não quero nem ver. Confio muito no seu juízo! Obrigada pela resenha! BJ

Thaís Andrade disse... [Responder comentário]

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Renata, vc é oteeeemaaa!
Fiquei indignada tbm. Acho um abuso sem tamanho essas marcas venderem diamante com qualidade de vidro.
Tem dó né?
Adoro suas resenhas (e da Mi, claro!).
Beijos

Thaís Andrade disse... [Responder comentário]

Ops... Acho um abuso sem tamanho essas marcas venderem o que elas pintam ser diamante com qualidade de vidro*. Agora ficou melhor né? :)

miss m disse... [Responder comentário]

Eitaaaaaaaaaaaa"!
Mas o preço, ser grifado, a embalagem hi tech-ainda que não sirva para nada- influencia e muito a opinião de muita gente. Por mais q seja uma droga, muita gente vai dizer q é bom simplesmente pq é caro-ou pq foi pago para isso, out em medo de não receber mais jabás...acontece muito!Mas é uma pena quando a gente tem uma expectativa e ela não se cumpre...

Milena disse... [Responder comentário]

E pensar que até a Lisa Eldridge já pagou pau pra esses produtos, hein? Já faz a gente pensar que não dá pra confiar em tudo que a gente vê/ouve por aí.

De qualquer forma, me sinto meio "vingada", porque eu sempre achei essas embalagens meio imbecis. Eu pensava "PRA QUÊ?", sabe.

Certeza que quem desenhou essas embalagens mega futurísticas é um homem que nunca usou maquiagem na vida.

Enfim... Peguei (mais) birra por tabela. Bom saber.

Magda Michelle disse... [Responder comentário]

É bom saber assim a gente passa bem longe, rsrsrsr. Bjs.

Dani Cano disse... [Responder comentário]

Ainda bem que embalagem não me seduz, somado ao preço broxante......

Bem difícil eu cair numa dessas.

Simone :-) disse... [Responder comentário]

Oi, Renata, tudo bem?
Ainda bem que eu nunca ouvi falar desta marca, por isso, nem vou pensar em querer nada qdo ouvir falar... rsrsrs
Obrigada pelo post!
Bjs!

Lívia Santos disse... [Responder comentário]

O ruim é quando tu ouve/lê um monte de blogueira falando super bem do produto, daí tu vai ver, não é nem metade do que falaram. Isso me emputece kkkk

É muita propaganda enganosa nesse meio... mulherada compra tudo né? dá margem pra esses problemas.

Por isso que gosto de gente com olhar crítico como vc. Adoro seus textos.

bjs

Virgínia disse... [Responder comentário]

No pixiwoo a Samantha estava mostrando o produto, achei uma coisa ridícula, parecia uma garrafa térmica com essas coisinhas, "tubinhos" dentro. Na hora eu parei e pensei "o que não fazem para ganhar dinheiro..." E agora então que vc disse sobre isso, pffffff! É malandragem e da braba rss!

Ilka disse... [Responder comentário]

Nossa, MTO útil esse post.
Eu já tinha visto o site e ficado meio sem entender a proposta da marca, daí li um post no beautilidade pública no qual a menina falava bem e recomendava.
Depois vi a Lisa recomendando, essa semana via a Sam pixwoo falando bem tb e fui olhar mais de perto.
Ainda bem que li esse post antes de me jogar, tava quase disposta a commprar uma sombra que tem lá e que, pela foto, a cor é linda.
Fiquei impressionada com essa embalagem em forma de bala/lápis/caneta, sei lá o que e achei que seriam produtos de mta qualidade, inclusive pela exorbitância do preço.
Pena, realmente, que a transparência da marca não seja das melhores, mto investimento em desing externo e pouco em funcionalidade das embalagens... realmente parece engodo...
Meu bolso agradece! rs

Lucia Marina disse... [Responder comentário]

Nossa, mas que embalagens terríveis! Eu já tinha desistido de pelejar e "tampado pela janela".
Também me decepciono mais com produtos baratos do que com produtos caros, talvez porque eu estude bastante a compra do caro antes, sei lá.
Mas tem muita coisa cara e vagabunda mesmo.

Bjos!

conversadebeleza disse... [Responder comentário]

Eu, como a Milena, achei a embalagem tão imbecil que nem tive vontade de comprar. E essa pagação de pau que andei vendo para essas porcarias também me fez ficar bem longe.

Sobre a demora do produto para sair, é um erro do design da embalagem mesmo. Uma vez eu comprei um daqueles corretivos tipo canetinha d'O Boticário que era a mesma coisa. Você aperta a bundinha dele, vai fazer sua make, toma um café, lixa a unha e depois volta para usar o treco. Daí, o fluido já deu o ar da graça no pincel.

Já o Touche Eclat YSL você dá o clique e imediatamente pode usar o corretivo.

beijos

Renata

Lanny disse... [Responder comentário]

Lendo sua resenha lembrei do corretivo iluminador da Natura que comprei recentemente. Aliás, acho que a Natura se inspirou nesta marca! É uma canetinha com um pincel na ponta. Ele tem o mesmo problema de vc girar o troço e começar a sair produto pelo pincel. Alias, o pincel é o mesmo que vc mostrou (linkou) no blog My Beauty Hoard. Só que qdo começa a sair não para mais! :) Custou 39 reais e tem 1,5ml. Isso mesmo 1,5ml!!! :D Piada, né? E nem é bom, sabe? não cobre nada e nem ilumina direito! Nunca mais!

Renata disse... [Responder comentário]

Acho que falhei na resenha no seguinte ponto, que quero esclarecer melhor: o produto (conteúdo) é muito bom. Eu gostei. Todo o resto que eu enfatizei foi pra justificar o chute, e eu realmente acho que vale um chutão, mas só pra deixar bem claro mesmo: o conteúdo é bom.

Karen, obrigada pela confiança. :) Uma roubada a menos pra nós, né? rsrs

Thais, obrigada! :-*

Miss m., é... A gente quase não consegue mais discernir os blogs que escrevem por motivos... Bah, tem razão, não tem como dizer de outro jeito: jabá!

Mi, é que, como eu escrevi aí acima, o conteúdo é bom. Só é uma fdptice mesmo. A idéia da embalagem até seria prática, se funcionasse (rá) e se fosse menor. É grandona e desajeitada. Mas também, se fosse menor, viria pouquíssimo produto mesmo, nem vale a pena. É uma inutilidade mesmo.

Magda, é melhor mesmo rs

Dani, curiosamente muitas resenhas falam maravilhas sobre esses produtos. Principalmente das sombras e dos batons. Mas não valem a pena mesmo!

Renata disse... [Responder comentário]

Simone, tudo bem! É, já fica ligada, porque muitas resenhas sobre esses produtos são tentadoras mesmo.

Lívia, é de emputecer mesmo. Mas sei lá, muita gente talvez não seja tão exigente. Obrigada :-*

Virgínia, aquele tubão é tão besta que inventaram outro jeito agora de embalar as canetas - igualmente besta. hahaha

Ilka, que bom! A proposta da marca me parece no mínimo confusa. Que bom que a resenha ajudou. As sombras e batons são super bem cotados, parecem realmente bons, e talvez até valham a compra, se você considerar esses outros pontos. Não acho certo é comprar não sabendo desses "detalhes". Dá uma caçada qu ena net tem outras resenhas falando nesse sentido do design falho.

Lucia, eu meio que desisti e encostei o troço aqui algum tempo. mas fui pelejar pra fazer a resenha. Se eu usar, é porque paguei, né? hahaha

Renata, tudo na marca me parece meio imbecil mesmo. Cmo eu disse, o conteúdo é bom, mas eu acho que não vale a pena. Eu não sabia dessa do boticário. Duro é uma marca vender a esses preços e fingir que não sabe dessa falha. pfff. O Touche Eclat eu não tenho, mas a canetinha iluminadora (equivalente) da Dior também é ótima, sai direito, não meleca, não resseca, nada desse negócio ai. :)

Lanny, Natura também!? Controle de qualidade? Oi? Alguém sabe o que é? Alguém testa antes de sair vendendo? Ou testa e vende assim mesmo porque consumidor não merece respeito? bah.. triste, viu? Obrigada pelo toque.

beijos!

shiva disse... [Responder comentário]

Estou surpresa com tantos comentários negativos. Semana passada chegaram meus produtos da Ellis Faas e eu estou simplesmente encantada com eles. A primeira vez que usei também desperdicei produto por não estar familiarizada com as embalagens e as texturas, mas nos usos seguintes deu tudo certo. Não estou fazendo jabá para ninguém. Paguei - muito caro sim - pelos produtos, usei por diversas vezes e só posso dizer que superaram minhas expectativas. A textura, o acabamento, a durabilidade, as cores, o brilho, a naturalidade são algo. Não acho uma marca pretensiosa. A acho extremamente original e criativa. Qual o problema de uma marca fazer um bom marketing? Afinal, o que a maioria das marcas fazem não é tentar se diferenciar dos concorrentes para cativar seu público? Algumas pessoas podem achar formato de bala imbecil. Eu acho imbecil mulheres de 30 anos gostarem de embalagens infantilizadas. Cada um na sua. Golpe e trapaça seria não informar a quantidade de produto vendida. Quem adquire o blush sabe que está pagando 32 dólares por apenas 2,5ml. Quanto a não poder ver o conteúdo, alguém aí já conferiu se vem realmente 30ml nas bases de embalagem transparente? Enfim, deixo registrada minha, felizmente, experiência diversa da Renata com relação às maquiagens da Ellis Faas.

Milena disse... [Responder comentário]

Oi Shiva

A crítica da Renata não foi aos produtos, e sim aos preços e embalagens.

A embalagem é "imbecil" não por ser em formato de bala e sim por simplesmente ser falha e não funcionar como deveria.

Quanto ao preço, é questão de opinião. Nós, como consumidoras, nos sentimos enganadas em pagar esse valor por uma quantia absurdamente pequena (bem menor, inclusive, do que é praxe no mercado e do que as marcas mais caras/famosas/estabelecidas oferecem).

Informar a quantidade de produto é obrigatório mas a meu ver não vale louros, porque o público no geral não é bem informado no que se refere a isso.
O ideal seria oferecer a mesma quantia que a maioria das melhores marcas oferece.

Entre marketing e o que eu considero justo e funcional, eu opto pelos últimos. Maquiagem - pelo menos pra mim - não tem apelo pelo fator "it" da coisa.

Mas claro, essa é a minha opinião... Não é nossa intenção impor essa opinião a ninguém.
Se vc teve uma experiência mais bem sucedida com a marca, fico contente por vc. É muito bom quando o nosso investimento vale a pena.

Bjs!

Renata disse... [Responder comentário]

Oi, Shiva! Que bom que você curtiu.

Olha, eu não falei que as opiniões positivas sempre envolvem jabá; mas muitas sim. É uma realidade corrente. Mas não sei dizer se esse é o caso com esses produtos.

Sei dizer que minha experiência foi ruim, e que há por aí opiniões super aprovando, e outras reprovando. Acho legal isso nos blogs, assim todo mundo pode escolher o risco que pretende correr ao comprar. (Eu mesma muitas vezes compro pra 'pagar pra ver' por mim mesma).

Eu NÃO acho imbecil que alguém goste desse produto. Eu não acho imbecil a pessoa que compra nem a que gosta. Eu acho imbecil a embalagem. E eu acho que as vantagens não compensam as desvantagens - o que é lamentável, porque como eu disse mais de uma vez, achei a fórmula muito boa.

Ninguém é imbecil por gostar de um design - nem mesmo as embalagens infantilizadas, que eu também acho imbecis! Mas eu não acho que é imbecil quem gosta.

Parece que é a mesma coisa, mas não é. Gosto não é sinônimo de inteligência.

bj

Dáfni disse... [Responder comentário]

Kkk... vou te dizer, Renata, que sempre tive implicância com esta marca, mas foi implicância construída gratuitamente - nada de experiência mal sucedida. Sei lá, essas embalagens parecem mais um fetiche do que algo pra ser usado no dia-a-dia... Não compraria antes, e não comprarei certamente depois de saber isso!

Agora, a quantidade é de chorar...

Beijos

Renata disse... [Responder comentário]

Dáfni, eu adoro embalagens lindas, legais e diferentes, mas oooi, acima de tudo, FUNCIONAIS! Faz bem você em não comprar, eu acho. rs

bjs!

Related Posts with Thumbnails