COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

domingo, 27 de dezembro de 2009

Minhas opiniões pra quem está começando e se apaixonando pelo mundo maravilhoso da maquiagem

Especialmente pra Carol e pra Silvia, que têm perguntado sobre esse assunto, vou escrever. Mas imagino que mais gente que lê tem os mesmos tipos de dúvidas, né?

Bebês no mundo da maquiagem, aqui vão algumas idéias minhas sobre isso. Percebam que é uma criança nesse mundo (eu) dando "conselhos" para bebês engatinhantes. Tenho que comer muito arroisfejão pra ser o equivalente a um adulto experiente nessa área, mas às vezes as "crianças" falam uma linguagem mais parecida e se entendem até melhor, né? XD

Então... No começo a tendência parece ser querer comprar tudo. Tudo parece divino, necessário, indispensável, não-posso-viver-sem-isso, né?

Aí a gente vai vendo que não é tão simples, e algumas perguntas aparecem na cabeça.

Eu não sou profissional, sou é aventureira nesse mundo de maquiagem, mas posso compartilhar minha opinião com quem tá começando a se aventurar também. Espero que ajude.

1. O que comprar

Varia. Depende do que se quer, né? Se é cobrir imperfeições, destacar olhos, boca, pele, etc. Cada pessoa tem sua própria preferência e necessidade, então vai sempre depender de saber qual é o objetivo da maquiagem. É pessoal.

Uma vez que o foco tá na mira, é ir atrás de informações sobre o que se precisa. Exemplo: “Eu preciso de um corretivo leve”. Caçar informações nos blogs, de preferência resenhas bem detalhadas das características de cada produto. Se achar alguma coisa como ‘eu gosto’ ou ‘eu não gosto’, pergunte! Quem tá escrevendo em blog quase sempre responde de bom grado, porque a idéia é essa mesmo: compartilhar informações e experiências – principalmente experiências.

Eu costumo perguntar quando acho uma resenha de alguma coisa que me interessa. Acho que é um bom caminho.

Também uso o Google Reader pra receber atualizações de blogs que eu acho que tem resenhas boas e que me interessam, aí fico a par do que andam testando e gostando ou não gostando, pra errar menos nas compras.

2. Onde comprar

Nas resenhas, geralmente as pessoas informam onde compram as coisinhas. Se não informam, de novo: perguntem! :D

Sempre que eu vejo referência de alguma loja online, abro o link pra ver se entregam no Brasil. Caso entreguem, eu já coloco o link aqui no blog no Shopaholic Corner, pra facilitar a vida no futuro.

Sei que muita gente que lê o Makeupalooza nem conhece o Shopaholic Corner, mas é um post fixo que a gente vai implementando constantemente, com links de lojas que entregam no Brasil. Na minha opinião, é nosso post mais precioso de todo o blog. ;)

3. O que eu preciso, e o que não

No começo tudo parece ‘eu preciso disso!’. Mas meu conselho seria: vão com calma. Se a empolgação for muita, vão acabar com coisas demais, e coisas que não precisam.

Ninguém precisa comprar nada hoje. Amanhã, ou ano que vem, se você precisar, o produtinho desejado vai estar lá pra você, e se não for esse, provavelmente vai estar disponível algum outro melhor ainda. Não precisa pressa!

4. O caro ou o barato

É aqui que a coisa complica. Tem gente que prefere só produtos de ponta, caros e de marcas conceituadas, e tem gente que prefere alternativas mais baratas.

Na minha opinião, de novo, depende. Eu sei, não me odeiem por dizer isso. É terrível não ter resposta, mas eu realmente acho que depende.

No geral, eu já comprovei que algumas coisas caras não valem o que custam, e já comprovei o inverso também: algumas coisas baratas surpreendem por serem muito boas.

Mas isso é exceção. Na maioria dos casos, quase em todos, aliás, o que é bom custa caro. E o que é caro, é sempre bom?

Aí é que o bicho pega. Porque geralmente é, mas produtos mais elaborados assim são geralmente mais específicos, sabem? Menos genéricos. A idéia de um produto “de massa” é alcançar muita gente, funcionar pra todo mundo. O resultado disso é que na maioria das vezes não funciona pra ninguém, ou funciona pra poucos.

É por isso que muitas vezes alguém fala sobre um produtinho barato e maravilhoso, e a gente compra e pode quebrar a cara.

Já os produtos mais caros geralmente são dirigidos pra necessidades específicas, então tendem a funcionar melhor. Também envolvem mais pesquisas em desenvolvimento, matérias primas mais caras, essas coisas. E sim, provavelmente são melhores.

Mas nesse caso, se é pra investir em coisas mais caras, é melhor pesquisar muito antes! Ver detalhes sobre vários produtos na categoria que se precisa.

Exemplo: quero uma base. Tá, e aí? Primeiro, acho que tem que ser definido exatamente o que você espera, né? Base leve? Mais cobertura? Sequinha? Hidratante? Prática? Eficiente? Durável? E assim vai.

Acho importante considerar o que se espera de um produto, e aí ir conferir nas resenhas diversas que existem por aí se o produto que tá na sua mira atende sua necessidade.

Caso não atenda, vá atrás de outro. Geralmente, existe outro melhor. E quando eu digo ‘melhor’, quero dizer que o melhor é o que atende sua necessidade/prioridade. Por exemplo: todo mundo aparece comentando de uma base super fantástica que saiu no mercado. Parece maravilhosa, mas pra mim é importante, por exemplo, que ela tenha uma fixação excepcional. Mais importante, por exemplo, do que a facilidade e rapidez na aplicação. Prestem atenção se o produto que tá gerando a maior empolgação no momento não está causando tanto furor no mercado porque atende uma necessidade diferente da sua! Acontece muito, e aí é quebrar a cara na certa.

Nesse caso você acaba comprando um produto realmente bom, mas não bom pra você, porque ele pode ser fantástico em tudo, menos na característica que você considera mais importante.

Outra coisa é isso: pra saber que característica de um produto é importante pra nós, muitas vezes só percebemos quando usamos alguma coisa que não tem a tal característica. rs Irônico, mas verdadeiro. Nem sempre dá pra evitar isso, e nem sempre dá pra evitar de errar nas escolhas.

Outra coisa que eu acho importante considerar é o seguinte: será que é uma boa idéia comprar algumas coisas baratas pra ir treinando e conhecendo melhor as necessidades individuais? Hmmm. Boa pergunta. rs

Acho que, na maioria das vezes, comprar um produto baratinho vai é dar mais problema. Explico: um pincel, por exemplo. Se comprar um pincel barato, ele provavelmente vai ser ruim e em vez de facilitar a aplicação, vai complicar mais ainda, isso quando não for totalmente impossível.

Por outro lado, se comprar um caro, pode descobrir que na verdade você gosta de pincel mais denso, ou menos denso, ou sintético, ou natural, ou menor, ou maior…

Então como fica? Problema mesmo. Acho que não tem muita saida, a não ser comprar e testar, muitas vezes. No começo a gente não sabe direito do que gosta, mas depois sabe melhor o que procurar e o que espera de um produto ou ferramenta, e aí compra melhor. Mas no começo, erra mesmo. Não porque a qualidade da coisa é inferior, mas muitas vezes porque simplesmente não é nossa preferência.

Nesses casos, penso que se o produto é bom, pode não ter servido pra você, mas serve pra alguém. Há possibilidade de trocar, ou vender, e a internet é um recurso que a gente tem e que ajuda horrores nessa hora.

 

Imagino que a quantidade de questões na cabeça é maior que essa, pra quem tá começando, mas o que eu diria é: calma! rs

Começar devagar é o melhor jeito. Explorar é gostoso e divertido, então ninguém precisa ter pressa, principalmente porque não se trata de necessidades imediatas (na maioria das vezes), e sim de um prazer, uma coisa pra ser curtida aos poucos. :)

Espero mesmo ter ajudado.

36 comentários:

Cris disse... [Responder comentário]

Vc sempre ajuda e é ultra fofa! *O*

Mauren disse... [Responder comentário]

Nossa, que legal... também sou "bebê" nesse assunto, mas cada vez mais interessada, e achei as dicas muito auspiciosas, rsrsrs...

Realmente a gente se empolga e quer sair comprando tudo que as meninas gostam... a na hora de procurar, se perde completamente!

Eu, por exemplo, estou tentando achar uma solução legal para os dias mais quentes, pois transpiro "um pouquinho" e não tem make que segure. Me dei muito bem com a 3 em 1 da Avon, mas no calor nem passo... será que o Dermablend que você citou outro dia é uma boa?

Beijos e parabéns pelo blog, é lindo!!

Thaís Nascimento disse... [Responder comentário]

É importante esse tipo de aviso, geralmente o pessoal sai comprando tudo-aqui-e-agora huehuehuhe
Gostei do post, vou indicar se tiver alguma amiga começando nesse mundo colorido! :)
Beijos

Lara - Amélia Moderna disse... [Responder comentário]

Nossa obrigada por ter feito um post como esse. Eu ainda sou uma recém nascida!

Li e reli com muita atenção e anotei tudooooo!!!!

Obrigada, de novo !!!!

Beijo no coração

Renata disse... [Responder comentário]

Oi, Cris! Acho engraçado quando alguém me chama de 'fofa' ou de 'meiga', porque eu tenho uma certa tendência a ser tosca e agressiva também, às vezes, e muito sarcástica quase sempre. É sempre bom ouvir falar que eu também tenho um lado doce. hahaha ;)

Mauren, tenho percebido que no calorão de derreter quase nada passa, sabia? Nem as maquiagens minerais, que são em pó e tal, porque quando a gente sua um pouco já vira uma maçaroca. O Dermablend Cover Creme resiste, é à prova d'água, ele passa no teste do forno rs Outra coisa que passa bem no teste é o BB Cream, pelo menos esse que eu tenho passa (Shills Super magic bb cream).

Oi, Thais! Fui olhas seu blog, menina, quantos aninhos você tem? Bebê! rs Bem vinda!

Lara, pela foto você não parece bebê nesse mundinho da make, não! hehe Tá veterana já, super maquiagem bonita!

bjs

Malu disse... [Responder comentário]

Adorei o post, Renata! Aonde eh que eu assino? ;) Concordo com o que voce escreveu... Mas eu sou um bebezinho, aprendendo, lendo blogs, vendo canais no YouTube, "quebrando a cara" com produtos que no final sao mais ou menos para mim, apesar de para outras pessoas serem otimos. :P

O bom eh que, mais tarde, depois dessa fase de engatinhar, estarei andando. hehe

Beijos

PS: Nao gosto de nao ter meus acentos, mas nao estou no meu computador agora. :(

Lu disse... [Responder comentário]

Amei o post, Renata. Tô empolgadona, tentando me conter. Ainda bem que não sou a única.
Dá um pulinho no meu blog:
http://mundodalu-lu.blogspot.com
Bjs
Lu

Giovana disse... [Responder comentário]

Bem legal o post...

Bjs..

Carol disse... [Responder comentário]

A-M-E-I. Abalou bangoo!!!

Brigadíssima, com esse post me situei totalmente! ÓTIMO, poderei não estar 100% resolvida, mas saberei o que quero, pelo menos!!! =D

Agora, quanto a minha pele e à sugestão de um corretivo leve, tenho que explicar.

Eu realmente só queria um corretivo leve pra cobrir essas malditas olheiras!!
Só que eu JURAVA que tinha que passar uma base para cobrir o corretivo. E um pó pra cobrir a base. Porque todas as vezes em que tentei usar só o corretivo, me senti muito semelhante àquele cantor de samba (pagode, sei lá) que tem vitiligo, sabe? (Deus me perdoe, parece maldade, mas não é: é que o cara tem uma manchinha decorrente da doença exatamente ao redor do olho. E ele é negro. Então o contraste é basicamente o mesmo que eu vejo em mim quando uso corretivo). Fica muito berrante!!!

Sem contar que eu suo tanto, mas tanto, que parece que tô chorando o tempo todo. Cara, eu moro no Rio e meu meio de transporte é BICICLETA. Eu suo que nem uma corna. Eu suo que nem uma condenada. Eu suo que nem Ivete Sangalo pulando naquele trio lá. E eu suo em bolinhas. Na zona do nariz e buço, fico repleta de gotículas de suor, é ridículo;elas refletem a luz e meu marido insiste em cantar "Se Essa Rua Fosse Minha", enfatizando o "eu mandava, eu mandava ela brilhar" - diz ele que parecem pedrinhas de brilhante espalhadas pela minha nareba afora. Ô, derrota...

Enfim, suo desgraçadamente, e nado diariamente - tô vendo a hora em que vc vai me dizer "Minha querida, então faça uma plástica pra acabar com essas olheiras, pq nem Dermablend vai parar aí, seja lógica."

Mas a minha intenção não é usar todo dia, é poder sumir com essas porcarias de olheiras pelo menos às vezes...

Minhas olheiras são hereditárias, eu SEMPRE tive, desde pequena. Meu tio parece um panda. Meu irmão sempre tem um ar de faminto, minha mãe aparenta ser usuária pesada de heroína - tudo por causa dessas malditas olheiras. Sendo que, depois de ser mãe, as minhas vão até debaixo do peito e são NEGRAS, nem roxas são, mais...


Falei que nem uma louca, aff.

Aaaah, já ia esquecendo: tá, minha pele ainda não tem PROBLEEEEEMAS pra cobrir, mas sabe aquela idadezinha filha da mãe em que as linhas de expressão começam a se manifestar??? Estou nela. Aqui no "sorriso", as horizontais da testa, a ruguinha de franzir o cenho... Estão todas aparecendo e me deixando maluca. Elas acenam pra mim todo santo dia, gritando um "uhuuuu, estou aquiiiii!". Traumatizante.

Carol kalil disse... [Responder comentário]

Aaaaaaaaaah, acabei de ler a resenha de vcs sobre o Única Camada da Colorama!

Cara, como pode? Eu AMEI! E pintei as minhas, as da minha mãe, as da minha vó e de mais duas amigas com a cor "Sensual" - adorei.

Usei o extra brilho tb, pq adoro esmalte polido que nem "meu carro é vermelho, não uso espelho pra me pentear" e tal... Mas uma única camada deu cobertura TOTAL e sem falha nenhuma!

Uma dessas amigas que pintei as unhas tb não tinha gostado e eu descobri o erro dela: poupar no pincel. Sabe esse lance de ficar tirando o excesso na boca do frasco, pra não deixar o esmalte "gordo" na unha? Então, ela estava fazendo assim. E assim não cobre.

O segredo do Única Camada, na minha humilde opinião, é ser generoso. Deixar o pincel CHEIO, digamos, com meia gota por pingar - não a gota inteira, que daí empoça, claro - e aplicar. E deixar. Não ficar "endireitando". Ele uniformiza sozinho. Se endireitar, empelota.

Também não tirei o excesso das pontas das unhas, acho que isso mexe na cobertura dele, ele tende a voltar pro lugar, sei lá, preferi não mexer. Durou do dia 24 até hoje sem lascar NENHUMA UNHA - e lavando louça e todas as outras tarefas leiê leiê "do lar" que vc possa imaginar.

Agora, a cagada na hora de limpar... Cara... Isso é característica de esmaltes vermelhos e afins, mesmo, única camada ou não... Eles SEMPRE são fodas de tirar, sujam tudo, ficam impregnados!

Márcia disse... [Responder comentário]

Confesso que tenho muita dificuldade em me conter!! Sabe como é, sou gemeos, com ascendente em gemeos e lua em libra, ar total e impulsiva até a raiz do cabelo! Às vezes fico um tempo sem entrar nos blogs só pra não ver algo que me empolgue e me faça querer muito, pq depois me enrolo toda pra pagar o cartão de crédito!! :(((

Re, tem uma coisa que to pra te perguntar e sempre esqueço, esses blushes da max love duram quanto tempo na pele? Pq até conhecer vcs, eu confesso que achava essa marca bem vagabundinha, daí depois de vê-los nas resenhas de vcs, passei a experimentar nas lojas, mas qdo eu testo eles em alguma loja qualquer a sensação que eu tenho é que a cor não fixa na pele, eu passo bastante pra dar cor e ela sai rapidinho, mas vejo vcs elogiando tanto que acho que to fazendo alguma coisa errada...

Agora concordo em genero, número e grau que na maioria das vezes só percebo que algo que é fantástico pro resto da humanidade não funciona muito bem pra mim depois que compro, principalmente se as resenhas que me motivaram a comprar essas coisas vieram de meninas com pele de vinte e poucos anos... Por isso fiquei tão encantada com o dermablend, pq há um ano fiz um peeling que deixou minha pele toda manchada, até hj faço tratamento pra clarear, mas agora que chegou o verão as manchas parecem que saltam na pele então precisava de algo que cobrisse bem e não derretesse nesse calor senegalês carioca...

Márcia disse... [Responder comentário]

Carol sei bem o que é esse calor senegalês carioca...

E sei bem como é tb conviver com essas benditas olheiras.... No meu caso, além das olheiras, meu olho tb é fundo e as famigeradas marcas de expressão insistem em se exprimir em mim... :((( 38 anos, sabe como é né...

Pra mim, salvo raríssimas exceções, nunca somente o corretivo cor da pele dá jeito, em 98% das vezes preciso passar primeiro um corretivo amarelo antes pra uniformizar um pouco o tom das olheiras e só depois passar o corretivo no meu tom de pele. Já experimentei 4 corretivos amarelos e no meu caso, o melhor corretivo amarelo pra mim é o da contém 1G. Caaaaaaaaaaaaro, mas o único que funciona pra mim.

Carol disse... [Responder comentário]

Marcia, tô fazendo uma resenha do SpectraBan e só passei aqui por coincidência: me diz, deve ser por isso que no geral carioca não usa maquiagem, né???? Pq, de boa, se a gente se meter a fazer um makeup no esqueeeema... A gente DERRETE. Literalmente!!!

Agora, corretivo AMARELO??????????? pelamor, me explica!!! Leiga total, cara!!! Tenho mesmo lido sobre isso, corretivo verde, amarelo, roxo... What the hell???? Achei que eram cores alternativas pra um visual emo... HAOUAUOHUOAHOHAUOHAUHAO!

Márcia disse... [Responder comentário]

Visual emo é ótemo, kkkkkkkkkkkkkkkk!!!

É colorimetria (céus, será que escrevi isso certo???) Os corretivos coloridos servem pra neutralizar uma determinada cor, por exemplo, se misturar vermelho com amarelo dá laranja; azul com vermelho dá roxo, amarelo com azul dá verde, etc...

O mesmo princípio é usado nos corretivos coloridos, amarelo mais roxo dá castanho e como minhas olheiras são arroxeadas, passo amarelo primeiro pra trocar o roxo pelo castanho suavizando um pouco a parada e só então passo o corretivo no meu tom.

Dá uma olhada no site da Copntém 1g que acho que eles explicam melhor que eu!! :)))

http://www.contem1g.com.br/pt/produtos/makeup/preparacaoPele/corretivo_liquido_makingof.htm

Bjooooooooooooooooo e viva o ar condicionado, affe!! Outro dia tive que fazer uma make para um casamento que era às 7 da noite, mas eu tinha que esatar pronta às 18h, com isso comecei a me maquiar antes das 17h. Passei gelo na pele, spray fixador de maquiagem antes, durante e depois, primer e blot pra bichinha guentar, ufa!!!

Juliana Dadalto disse... [Responder comentário]

Eba! Mais um blog maravilhoso que eu acho!!! :)
bjos

Potencia feminina disse... [Responder comentário]

nunca mais vi passearem pelo meu bloguim :/

nahh, dicas e dicas, é bom te-las - felize natale e ano novo proces

Angela disse... [Responder comentário]

Re

Agradeço o belo post, mas vc conhece bem a alma feminina, né??
A compulsão é imediata e instantanea... Quando vc se dá conta já era... Maaaaas, como eu tenho uma amiga expert (sabe aquela que tem uns pincéis maraaaviiilhosos?) estou conseguindo me conter.

Aprendi que experimentar é tuuudo. Porém, o problema no mundo da make parece que é o mesmo que no dos cabelos.... Tudo é muito grande, vem muito material, custa muito e demooora pra acabar. Como eu sou refugiada de guerra, uso tudo até o final, então agora estou mais comedida nas comprinhas. Bom mesmo são as amostrinhas que vcs tem a sorte de ganhar nos lançamentos. Estou enganada, ou existe uma versão pequena, tipo "trial" das makes desejadas??

Bjks

Renata disse... [Responder comentário]

Meninas, legal que vocês acharam o post interessante. :)

Carol (do Rio), ainda bem que você antecipou o que eu ia dizer. hahaha Ainda não inventaram alguma coisa tão resistente assim rs Mas sobre o corretivo ficar estranho, acho que a cor que vc usou pode não ser a sua. Corretivo, pelo menos pra mim, tem que ser EXATAMENTE da mesma cor do resto da pele, justamente pra não acontecer esse problema aí que você teve e acentuar tudo.

Outra dica é vc não passar só nas olheiras; vai 'esticando' o produto para a volta dos olhos, bochechas, ampliando o círculo dos olhos, pra não ficar aquela marca redonda sob os olhos. Depois um pozinho pra segurar o produto no lugar e tirar o brilho da pele e pronto.

Acho que o truque é acertar na cor, senão não há corretivo que fique bom.

E qual seria essa 'idade filha da mãe', afinal? Bom, de todo modo, varia de pessoa pra pessoa quando as marcas começam a aparecer.

Sobre isso, não acho que maquiagem ajude. O que ajuda é:
1. Creminhos;
2. Dermatologista;
3. Protetor solar.
Não estão em ordem de importância, viu? ;)

Carol Kalil, tentei aplicar do jeito que vc falou também, e soltou do mesmo jeito. Sei lá, pra mim não funcionou. Pena, porque gostei das cores.

Quanto a manchar, eu uso esmalte vermelho direto, e tenho um montão deles! Até as fórmulas nacionais recentemente melhoraram e não mancham mais na hora de limpar, não fazem lambança, não. Importados eu não costumo comprar, exceção aos da Revlon, que eu amo, e o 800 que eu uso há anos não mancha, limpa facinho! E não sai. E não fica grosso. Acho que vale a grana que custa, porque é 20 vezes mais caro, mas 20 vezes melhor.

Claro que mesmo assim eu tenho um monte de nacionais! haha Os da Ana Hickmann tão abalando, gostei deles.

Juliana, oieeee! Bem vinda! :) Obrigadas :D

"Potencia Feminina", seu bloguinho é lindo e suas makes são lindas, mas eu não assino porque eu meu estilo de maquiagem é esse que vc sempre vê por aqui: corretiva, neutra, 'invisível' rs. Acho sua arte linda, parabéns!

Angela/Silvia (as outras pessoas que lêem não sabem que você tem dupla personalidade, melhor explicar).

Refugiada de guerra, gostei haha. Mas olha, muitas vezes dá pra trocar produtos entre as pessoas que gostam. Ou pincéis... Sabe, muitas vezes -muitas mesmo - a coisa é boa mas não serve pra gente, aí a gente troca. Vale!

Quanto a amostras, isso é filosofia de empresa gringa. Aqui, como nosso mercado é protegido pelo governo, através daqueles impostos absurdos que a gente conhece tão bem e que tornam a maquiagem brasileira quase tão cara quanto a importada, e é a mesma idéia (proteção de mercado) que faz o governo taxar absurdamente as importações das nossas maquiagens e cosméticos, o efeito final é esse: menos concorrência.

Repare que lá fora existe um número imenso de empresas nesse setor. Aqui, em comparação, são pouquíssimas, que portanto têm pouca preocupação com concorrência.

Daí o que acontece? Qualidade menor, desenvolvimento de novos produtos (e melhores) muito lento ou inexistente, atendimento ao consumidor muito pobre ou até ruim, formação de preços incompatível com os produtos, e também isso:

NADICA de amostra.

A Contém 1g tem amostras de alguns, acho isso super respeitável. Mas no geral, amostra serve pra mostrar pro cliente potencial que o produto de uma empresa é melhor que o da concorrência.

Aqui no Brasil a concorrência é mínima, tem espaço sobrando no mercado, e não faltando. Por isso ninguém se importa muito com isso.

Que pena...

Beijos!

Boudoir de Beauté disse... [Responder comentário]

Oi, Re!
Sou uma criança e realmente essa parte e experimentar é a maior curtição, nada de pressa e comprometer o orçamento, não é?

Adorei o post!
Ainda não tive foi fôlego pra ler os comentários grandes que ele gerou mas parabéns mais uma vez!!!

Beijooss
Nane

Dáfni disse... [Responder comentário]

Oi, Renata!

Pra variar, um daqueles posts super bem escritos e super sensatos!

Vc citou o BB Cream, que segura mais no calor... é verdade, eu uso da marca Skin 79 e ele é ótimo! Na verdade, no calorão, eu troco a base por BB Cream - não cobre perfeitamente, mas cobre muita coisa!

Beijos

Safira Bazar disse... [Responder comentário]

Oi, Rê
Só vim te agradecer a dica da linha Pantene reparação intensa, depois e 2x que eu usei de ressecado e com frizz meu cabelo passou a ficar sedoso, com brilho...sabe qdo dá vontade de passar a mão toda hora?
Beijocas, Nat
Ah, visite o meu brechó virtual
safirabazar.blogspot.com

Georgia disse... [Responder comentário]

Cara, eu acho que sou a leitora mais ingrata que vocês têm! Sério, as dicas do MakeuPalooza me ajudam MUUUITO e eu nunca falo nada por aqui, é incrível. Enfim, primeiro quero endossar o agradecimento pela dica do pantene: GENTE, é simplesmente a melhor dupla (xampu e condicionador) existente! E o mais incrível é que meu cabelo não tem NADA a ver com da Rê: compridããão e cacheado!
Segundo é sobre corretivo: ai, olha, esse é um assunto delicado pra mim, viu? haha! Não tenho saco pra maquiagem seeempre. Quando vou sair mesmo, tipo arrumada e tal, tenho os meus produtos preferidos, que achei depois de muuuito tentar. Combinado com eles, qualquer corretivo que tenho meio que "serve": o grosso da cobertura fica bastante por conta da base, que também uniformiza a cor. Mas pra make de todo dia, não rola! Estou há quase dois anos caçando um corretivo perfeito pra mim, e ainda não achei =( Errei muito também por comprar coisas elogiadas, mas inadequadas pra mim: não corrijo olheiras, por exemplo, e sim marquinhas e eventualmente acne! Agora resolvi investir MEEESMO e 'tô com dois produtos na minha cabeça, o dermablend e o studio finish. O que me atrai no corretivo da MAC são as opções de cores, porque sonho todas as noites com um que seja no tom EXATO da minha pele. Dentro da gama de corretivo deles, o SF me chamou atenção por ser não acnogênico (pré-requisito de qualquer base, pó ou blush meu), mas tenho medo que ele derreta (outra moradora do Rio aqui)! O dermablend é o sonho no quesito duração, e vi que ele ficou imperceptível em você, mas não tem uma gama tão boa de cores, né? Como um corretivo tão opaco, ele deveria ser beeem no tom da minha pele, até porque estou procurando um pra usar sozinho e cobrir manchas em lugares específicos, não no rosto todo. Sinceramente, se descobrisse que ambos funcionam bem, compraria os dois feliz, mas isso ébem complicado de saber! Nunca nem vi o dermablend vendendo, e 'tô cruzando os dedos pra pegar um vendedor decente na MAC, que me indique a cor certa =(
Nossa, escrevi muuuito, haha. Obrigada pelo blog, meninas, vocês ão ótimas!

Milena disse... [Responder comentário]

Endosso tudo que a Re falou no post. Acho mesmo que certas coisas só testando a quebrando a cara... Corretivo é uma delas. Porque, mesmo testando, só com o uso frequente que vc vai descobrir se ama ou se não dá.

Carol,

Acho que vc tá testando com corretivos muito claros. Tem gente (principalmente as vendedoras) que acha que se deve usar corretivo mais claro que a pele.
Mas eu acho que isso só piora o que se tenta esconder. Vai num corretivo no tom da sua pele, como se vc estivesse escolhendo uma cor de base. É a melhor aposta.

Georgia,

Acho que o SF é uma boa para corrigir pequenas marcas no rosto. Provavelmente até melhor que para olheiras, porque vc não precisa ficar preocupada com a possibilidade dele acentuar ruguinhas de expressão. Ele fica bem mais natural na face do que nos olhos. E eu não acho que ele derreta não, viu. No pote, ele fica bem mais mole no calor, mas depois que assenta na pele, eu não vejo diferença.

Beijos, meninas, adorei os comentários!

Mariana disse... [Responder comentário]

Só aqui eu achei o melhor conselho pra quem está começando: calma. Pra mim, isso é o mais importante! Comecei a pouco tempo no mundo da maquiagem e comprei muuuuuita coisa, coisas que eu achava indispensáveis, comprei como se não houvesse amanhã. Resultado: arrependimento e muito produto encalhado. Pesquisei muito, li muitas resenhas antes de comprar, mas faltou uma coisa essencial: focar nas minhas necessidades/prioridades. Se bem que no começo a pessoa não sabe muito bem quais são suas necessidades, né? Eu, pelo menos, era assim. Essa empolgação louca me fez aprender muito. Aprendi que make/pincel/etc é só testando e praticando, que o que é bom pra uma pessoa pode não ser bom pra vc. E mais, descobri quais são minhas necessidades, o que vai nortear minhas compras futuras. Conscientes, lógico! :)

FilipaG disse... [Responder comentário]

Renata, adorei este post! Muito didáctico :)
Espero que o natal tenha sido bom :)
Beijinhos

Márcia disse... [Responder comentário]

Mi e Re eu fiz uma pergunta lá em cima, mas acho que vcs não viram então vou repetir aqui: esses blushes da max love duram quanto tempo na pele? Pq até conhecer vcs, eu confesso que achava essa marca bem vagabundinha, daí depois de vê-los nas resenhas de vcs, passei a experimentar nas lojas, mas qdo eu experimento em alguma loja qualquer a sensação que eu tenho é que a cor não fixa na pele, eu passo bastante produto pra dar cor e ela sai rapidinho, mas vejo vcs elogiando tanto que acho que to fazendo alguma coisa errada...

Milena disse... [Responder comentário]

Oi Márcia!

Desculpe, tenho acessado o blog por celular e muitas vezes passo batido mesmo pelos comentários.

Olha, vou dizer que não tenho muitos problemas em relação a fixação de blush na minha pele, viu. Quase todos que eu testei duram bem, à exceção dos blushes em creme que duram menos (os da contem 1g então, nossinhora, somem em 2 tempos).

Por isso geralmente eu escolho pela cor e pela textura, a forma como a cor se espalha e se comporta na pele.
Tem uns blushes que têm o pó mais grosso, ou que são difíceis de esfumar, ou que vc passa, passa e não sai cor nenhuma.

No caso dos da Max Love, eu gosto muito das cores, eles são bem pigmentados e esfumam bem. E o mais importante: não ficam brilhosos na pele (odeio brilho nas bochechas).

Não notei nada de especial na duração, nem a favor nem contra. ;-)

A gente fala bem porque pelo preço vale muito a pena. Logico que tem coisa melhor por aí, mas com certeza custa bem mais caro.

Milena SJCampos disse... [Responder comentário]

Rê e Milena...


que post bacana, hein??? Como sempre vcs são sinceras com as leitoras e nos tratam com dignidade.


Beijos

Renata disse... [Responder comentário]

Nane, ultimamente tem tido tanta informação legal nos comentários que os posts ficam duplamente ricos. De vez em quando tenho vontade de editar o post e colocar por lá algumas coisas que aparecem aqui nos comentários rs

Dáfni, ainda experimento esse Skin 79... Mas o meu ainda tá longe de acabar! rs Obrigada pela dica, acho que as meninas do Rio podem tentar isso pra não escorrer tudo. :D

Nat e Georgia, ainda vou te contar mais uma coisa: comprei a mascara (aquele potão enoooorme, custa 15 contos rs), o creme de restauração noturna e o leave-in da Pantene. Tô mais abestalhada ainda! Meu cabelo melhorou MUITO mais ainda do que já tinha melhorado com o shampoo e com o condicionador. O leave-in eu nem tava botando muita fé, mas é maravilhoso!!! Recomendo. 11 reais por um tubão de mais um milagre da Pantene. ;)

E Georgia, eu mencionei isso, mas acho que foi nos comentários, não lembro. Acho que no post esqueci de falar. O Dermablend Cover Creme existe disponível em 21 cores. É, vinte e uma! E a descrição das cores é relativamente simples, acho que dá, se você conhece bem sua cor, pra escolher pela internet. Sei lá, eu sou meio maluca e arrisco rs Pra mim deu certo. No Brasil só vendem 5 cores, se não me engano. Mas lá fora é isso: vinte e uma. ;) Juro que eu chamo isso de uma gama boa de cores rs Aliás, uma gama ótima!

Mariana, já vi que você também vai se interessar pelo bazarzinho de trocas. hahaha

Milena SJC, Às vezes a gente é sincera até demais hahah

bjs!

Renata disse... [Responder comentário]

Márcia, ontem eu respondi a vários comentários e saí apressada de casa. Aí eu lembrei da sua pergunta, e que eu não tinha respondido. Ainda bem que vc perguntou de novo, porque eu não lembrava quem tinha perguntado, ou em que post. rs Desculpe, passei batido.

Realmente, o blush da Max Love, especificamente esse 3, não é a coisa mais durável do mundo.

Aliás, vários blushes que eu uso não são. Nem os minerais, que eu gosto muito, duram direito.

Pensei que isso fosse devido ao fato de eu colocar muito a mão no rosto e tal. Acabo tirando tudo mesmo rs

Mas semana passada eu passei o Coralista (agradecimentos aqui à Camilinha que me emprestou o dela e eu provei e fiquei tããão feliz!). Passei antes do almoço, saí, fui ao shops, cinema, assisti àquela bomba que é Avatar (afff, eu detestei), que dura umas 3 horas, e fui pra casa, e fiquei de papo com amigos até meia-noite. O blush ainda tava lá!

Assim, bonitão, durou até umas 7 da noite. Depois foi ficando mais claro, mas sumir total não sumiu.

Então sei lá. Prometo que vou prestar mais atenção à duração dos blushes, até porque agora fiquei interessada nisso, porque sei que não sou eu que tiro todo e qualquer blush do rosto rs

Nota: fiquei contente de ter experimentado o blush da Camila (Coralista, da Benefit), mas triste porque ainda não o tenho! hahaha Sério, é um sonho. :)

Beijocas!

Georgia disse... [Responder comentário]

Jura que o Coralista é tudo isso? Eu sempre senti uma vibe "brilhos mil" nele, então mesmo achando a cor liiinda de morrer, nunca me animei a comprar :/ Sou uma menina de opacos! Mas se você gostou deve ser bem natural, né?
Ah, vou comprar essa máscara da Pantene tipo AGORA! Ela é qual?
Eu já achei o meu leave in perfeito, mas 'tô vontade de experimentar esse também... Pelo preço mesmo que não goste é tranquilo, né? O que eu 'tô economizando com Pantene, nossa! Sempre comprei coisas mais caras, que sinceramente não faziam metade do efeito!

Renata disse... [Responder comentário]

Georgia, blush, pra mim, é relativamente simples. Gosto de tantos! Quase tudo me agrada quando se fala em blush. Menos brilho, lógico.

O Coralista tem um brilho muito, mas MUITO sutil. Lindíssimo! Não é brilho de glitter, é bem pouco, mesmo, brilho fino. ;)

E a cor é tudo! Fiquei apaixonada.

Ah, meu leave-in da Pantene é o "cor radiante". Fui comprando e acabei ficando com um de cada linha diferente hahah Mas esse é bom, yeah!

E é verdade, eu sempre usei importados caríssimos, e também nunca consegui metade desse resultado. O que é ótimo, porque o que a gente economiza sobra pra comprar... maquiagem! hauhauhauha

bjs

Georgia disse... [Responder comentário]

Ah, sobre o Dermablend, 21 cores é uma gama maravilhosa haha! Pena que se compra mais no Ebay, que eu tenho preguiça de aprender a dominar =(
Fui na MAC hoje, e a vendedora (que foi bem solícita) me indicou o Studio Finish NC30 mesmo... Não comprei pq a loja 'tava depenada, sério, não tinha NA-DA. Quero muito o Ruby Woo e um blush numa cor específica que existe na minha cabeça (eu acho que o Blushbaby se assemelha, mas só vendo ao vivo e a cores) e 'tava disposta a comprar os três, mas acredita que não tinha nenhum? Fiquei super decepcionada :/ Pensei na sacks, mas queria experimentar tudo na minha pele antes, até porque achei o NC30 meio escuro (olhando pelo potinho, haha). Agora é esperar, né? Se o SF não funcionar apelo pro Ebay, mesmo.

Suave Veneno disse... [Responder comentário]

Oi Renata ! Tudo bem ?
Respondendo sobre a Supershock da Avon...eu adoro essa máscara. Pra mim nem essa espectralash deve ser boa. Sei lá, acho que não adianta nada sair mais produto, isso deve empelotar os cílios todos. Odeio ! Prefiro ficar com o que tá dando certo. Eu, como lesa que sou, não pedi no ultimo catálogo da avon, agora vou pagar mais caro (vinte pilas) por ela, mas sei que ela vale a pena. Pelo menos isso, né ? Ficar sem ela não dá. Procurando uma substituta comprei outras e só me dei mal. Odeio quando isso acontece. Pensava que fosse o jeito de aplicar a máscara de cílios que dava o efeito cheio, mas cheguei a conclusão que se a máscara for uma porcaria, não tem jeitinho que ajude. Um ótimo ano novo pra você e sua família e pra Milena também !
Beijos

Luxo Delicia disse... [Responder comentário]

Girls, visitem meu bloguinho...estou começando agora e vou rechea-lo de sugestões e fotinhos de make...http://luxodelicia.blogspot.com/
Bjs

Belinha disse... [Responder comentário]

Olá, parabéns pelo blog gostei muito das dicas! Sou um bebê engatinhante, e encontrei o blog ao pesquisar o bb cream da shills, e quem diria, acabei aprendendo muito mais! Encomendei o bb cream, mas estou muito ansiosa por conta do aspecto brancão...Sou bem branquinha, (o subtom é mais amarelado do que rosa, mas na verdade é meio branco mesmo) ainda assim entou com receio. Como ele fica "exatamente"?

Related Posts with Thumbnails