COMUNICADO

Oi gente!

É provável que vcs notem que em alguns posts do blog há fotos que não aparecem ou não abrem ampliadas em outra janela. Nós tivemos problemas com a hospedagem dessas imagens, por isso algumas foram perdidas.
Já estamos trabalhando a fim de recuperá-las (temos backup, ainda bem!). O processo levará algum tempo, mas vai dar tudo certo.
Agradecemos pelo apoio recebido até o momento, e contamos com a compreensão de vcs. <3

terça-feira, 26 de maio de 2009

MAC? Grandes coisas...

Ok, eu sei que só a chamada desse post vai garantir que as macmaníacas façam um bonequinho de vudu da minha pessoa. Mas tudo bem, porque eu PRECISO desabafar o porquê do bafafá todo em volta dessa marca me irritar levemente.

Sentem que lá vem história, o post é longo... rs.

Seguinte: eu conheci a MAC lá pelos idos de 1992, quando ela nem era lááááá essas coisas. Era uma marca de cosméticos canadense com uma lojinha marromenos em NY, de onde minha mãe me trouxe um batom e um pó compacto. Já começava um zum-zum-zum sobre a marca e seus produtos, e ela já tinha ouvido falar (minha mãe é super antenada e coisa e tals, tá sempre por dentro das paradas) que era must have pros íntimos (povão tava excluído).

Eu, como nunca disse não pra presente - ainda mais maquiagem - super mijoguei nas coisinhas, achando que ia me apaixonar.
Pois bem. O batom, apesar de ter a cor bonita, tinha um cheiro H-O-R-R-Í-V-E-L. Parecia um vômito doce. Disgusting. Além do quê, a cobertura era uma droga. Vc passava na ida, e se passasse na vinda tirava a cor que tinha acabado de colocar. Ou seja, tinha que passar uma vez só e ficar aquela cobertura meia-boca, meio transparente. E ressecava os lábios. Nota 4, com muita boa vontade. Dei pra empregada (juro).
O pó teria sido legal, se não tivesse me enchido de espinhas. Esse eu nem sei onde foi parar, nem o que eu fiz com ele.

A partir daí, eu comecei a achar que toda a badalação em cima da MAC era muita igreja pra pouco santo, sabe como é? Afinal, os produtos que eu tinha testado não eram bons.

Muito tempo se passou, a marca vingou e cresceu, cativou meio mundo e é a queridinha dos profissionais. E eu, como pessoa humilde e sempre disposta a reconhecer um erro (cof), comecei a pensar se eu não teria julgado precipitadamente e a cogitar se, no tempo que se passou desde que eu e a MAC havíamos cruzado caminhos, a marca não teria evoluído e criado produtos melhores (ou quem sabe mais adequados ao meu tipo de pele).

Eu aprendi horrores com os nossos bloguinhos brasileiros sobre make. E uma das coisas que aprendi foi a confiar nas resenhas das meninas que testam os produtos, porque quando elas têm que falar mal, falam mesmo. E geralmente, quando falam bem, é porque o troço é bom (já fui em várias dicas lidas por aí e nunca me dei mal). Depois de ler maravilhas nos blogs da vida, de ver muitas resenhas, muitos vídeos e muitas fotos, eu achei que eu e a MAC podiamos tentar aquela paixão outra vez.

Já estava pronta a morrer numa grana, quando mamã avisou que estava fazendo uma viagem aos EUA. Decidiu assim, de última hora (além de antenada, minha mãe é decidida). E fez a perguntinha mágica: "quer que eu traga o que pra vc?".
Aaaaaaaaaafe, a lista era longa!!! Mas ela disse que traria tudinho. Aí, juntou a fome com a vontade de comer, chamei a Re para irmos à loja da MAC e conhecer alguns produtos. Quiçá escolher algo pra pedir.

E é aí que a minha antipatia - que estava quase indo embora - volta, minha gente. Ok, desta vez não tem nada a ver com os produtos. Os produtos eu testei, fucei, gostei de alguns (alguns me decepcionaram demais). Mas os que eu gostei, gostei MUITO mesmo.
Mas é phoda vc entrar numa loja pra ser tratada que nem cachorro sarnento, né. Que merda.
As vendedoras são notoriamente nojentas. É a mesma reclamação em qualquer lugar do mundo. E aí eu pergunto... Precisa?
Porque tudo bem que a marca é über in, mas poha: cliente é cliente.

Pra começar, mal a gente entrou na loja, já foi abordada por uma garota que quase pulou em cima da gente, perguntando o que a gente queria. Aquela coisa que não dá nem tempo de piscar. E não foi um "posso ajudar?" simpático. Foi uma coisa assim meio "in your face" sabe.
Aí eu ia falar que eu queria descobrir a minha cor, porque queria ver as bases e os corretivos, mas nem consegui terminar a frase. Quando falei que queria saber minha cor, a garota enxaqueca soltou em alto e bom tom "PRA COMPRAR NO FREESHOP, É?".
Cara, que VACA. Minha vontade era virar a mão na cara dela e quebrar aqueles dentes de Mr Ed que ela tinha. Tá pensando o quê, ô maluca? Que eu sou sua beyotch?
Sorte dela que eu não sou uma desclassificada que nem ela, e respondi calma e simplesmente "porque eu quero saber". Mas a minha porção barraqueira ficou frustrada com a minha elegância.

Já que nós tínhamos começado pelo pé errado, eu resolvi sacanear a mulé enquanto estivesse lá. Fui extremanente cri-cri, fiz um monte de pergunta, mexi em tudo, sempre com um sorriso idiota nos lábios e sendo extremamente simpática, daquele jeito que chega a irritar, sabe. Ela me olhava de canto de olho, peguei umas 2 vezes me dando um olhar de "morra". Caguei. Com certeza ela preferia ser deixada no canto dela, em paz. Nã-nã. É domingo e tu trabalha, mona. Vai ajudar a creuza aqui... Perdeu.

Agora vê se pode. Tudo bem que a MAC é a queridinha dos maquiadores, mas pergunta se tinha Snob ou Pink Nouveau lá. Vcs acham que é maquiador quem acaba com o estoque? Esses batons (e muitos outros produtos) devem seu sucesso às blogueiras e meninas que os "descobriram" e falaram sobre eles em todos os sites de maquiagem no país. A maioria dos maquiadores traz seus produtos de fora, porque não há quem sobreviva comprando material de trabalho pelo preço da MAC aqui no Brasil. Então, a loja vende SIM - e muito - para consumidoras como eu e vc. E a xexelenta me esnobando.

Sim, eu estava lá para conhecer produtos e quem sabe escolher algo para pedir à minha mãe. Mas isso é hoje. A minha mãe não vai à Los Angeles todo dia. E quando eu gosto de algum produto, eu sou fiel. Adoro testar coisas novas, claro, mas não deixo de comprar aquilo que eu amo e confio. Então, hoje eu compro no "freeshop" ou no raio que o parta, mas amanhã eu podia estar comprando com ela. Ela não sabe, mas paguei mais no meu corretivo da Dermablend na Droga Raia do que custa um corretivo Studio Finish (que achei uma bosta, aliás. O Dermablend HUMILHA). Por causa da empáfia, ela perdeu uma cliente em potencial.

Eu já trabalhei em loja, e só digo o seguinte: vc nunca sabe quem vai comprar, e quem não vai. É inútil tentar adivinhar. É de uma falta de educação e falta de profissionalismo total ser grosseiro com um possível cliente. Um sorriso gratuito pode ter um retorno que vc nem esperava, mesmo que não seja no mesmo dia. Mas só sabe disso quem não trabalha de má vontade.

Ah, e detalhe: a make da constipada tava UÓ!!!! Cada poro do tamanho de um hipopótamo, tudo acumulado e mal espalhado. Sinistro.


PS: A Re vem com a parte 2 da saga MAC pra vcs amanhã. Aí ela conta qual o outro produtinho que a gente testou e gongou logo de cara, e qual o batom que eu achei mais bonito nela, e ela achou mais bonito em mim. :D


31 comentários:

Daniela disse... [Responder comentário]

Já usei uma sombra da Mac e (juro!) a área onde passei ficou empolada o dia inteiro... Nem pude reclamar na loja pq foi presente enviado por sedex... A sombra estava na validade. E nem era tão boa assim. Muito brilhosa, chegay...

Grace disse... [Responder comentário]

Da mac eu só gostei das sombras e de alguns batons (que quando eu testei não tinham nada de mais,além da variedade de cores).A marca tem muito nome mas existem produtos bem melhores e até mais baratos por ai. Muita gente que não busca informação acaba achando que tudo que ela produz é o melhor.
Mas tipo esse tipo de vendedor é o fim, será que essas meninas foram treinadas junto com as vendedoras da Contém? Porque a "gentileza" do atendimento é igual.
Eu tb já trabalhei como vendedora e sei que tratar todos com respeito é a melhor forma de fidelizar clientes.
Esse povinho tem muito o que aprender.
Bjs!!!!!

Renata disse... [Responder comentário]

Meninas, já sofri do mesmo "mal" na Boticário...oooo tristeza não gostar da profissão...affff !

Bruna Belatriz Brasil disse... [Responder comentário]

Nunca tive nada de MAC e nem experimentei, mas ainda assim acho que o alvoroço que fazem em cima é meio injustificado. Mas qualquer que seja a qualidade do produto as vendedoras tem que atender bem. Compartilho da tristeza da Renata em relação as vendedoras do Boticário, ow mulherada mal amada. Tem quatro ou cinco lojas na minha cidade e só vou em uma que tem determinada vendedora que é a simpatia em pessoa. O resto dá até medo de ver a cara kkkk. Beijosss.

Milena disse... [Responder comentário]

Gente, eu acho que brasileiro é um problema nessa questão de atendimento.

Um é o empresário, né. Claro que existem exceções, mas a maioria tá pouco de f*dendo pra treinamento de vendedores, fidelização de público, etc.
Quando é franquia, então (caso de Contém e Boticário), que qualquer zé que não entende NADA do ramo pode ser dono do negócio, aí só piora.

O caso da MAC é diferente. Aí eu acho que o problema é do público, sabe. Parece que, pro troço ser famoso e bombar, nego tem que ser esnobe e te tratar mal. Porque aí vc sente que tá frequentando lugar de gente importante, saca? Quanto mais nojentas as pessoas, mais vc sabe que ali é o "lugar certo".

Eu acho isso ridículo. Naquela loja, praquela mocoronga, eu não dou meu dinheiro. Compro na Brigette's onde sou bem atendida.
Se catar, né?

Bjs pra vcs!

Fefeh B. disse... [Responder comentário]

Complicado isso, né?
Eu tô, aos poucos, e só graças aos sites internacionais, aumentando a minha coleção da MAC exatamente pra ver se é todo esse babado.

Que eu comprei da loja aqui mesmo, só o corretivo e o blot, que faltam ser resenhados.
Gostei bastante do corretivo por ser da minha cor, e não mais claro ou mais escuro, mas confesso que a cobertura não foi perfeita. Achei bem similar ao 4 em 1 do Boticário.
Comprei o Select cover up (líquido) e não o fix, pq o segundo acumula demais e achei q ficou uó em mim.

O resto das coisas q eu tenho, uma comprei de Fê do flickr q trouxe de fora e dos sites da vida, à preço de Boticário.

Ainda faço um post só sobre a MAC tb, mas achei ridículo esse atendimento porco! Perguntar ainda se vc ia comprar o freeshop?? Vc devia ter dado com o cartão de crédito internacional na cara dela! BEESHA MAL AMADA!

Carol Garcia Montai disse... [Responder comentário]

Menina que ódeeeo...sabe o resta pra uma mala dessa? Ser aprendiz de vendedora infeliz a vida inteira...Digna de pena...
Adoro o blog...Bjinhos!!

Kat disse... [Responder comentário]

Pois é.. vendora mal comida só me estimula a comprar mais e mais pela internet. O engraçado é que na loja da MAC em NY fui super bem atendida. E olha que foi na MAC da Henry Bedel.. tava fazendo um calor do cão, eu estava suada, descabelada e carregando um monte de sacola. A vendedora foi um amor, me mostrou tudo o que eu queria, fez uma mini-maquiagem em mim e ainda ficamos batendo papo. E eu nem banquei a phyna não, fui logo perguntando o que tinha de promoção!
Ela me perguntou pq as brasileiras amam MAC, pois ia muita brasileira na loja. Eu respondi pq aqui no Brasil é muito caro, mas esqueci de dizer que aqui no Brasil tem vendedora com cara de ânus. Mas agora eu reclamo.
Aqui em BH vc mal pode entrar numa FARM ou Rosa Chá da vida. Eu não faço barraco, mas educadamente chamo a gerente ou telefono depois para denuciar as mal comidas.

Kat disse... [Responder comentário]

Ah tá, quanto aos produtos que comprei amar mesmo só amei o pincel chanfrado e o fluidline.

Carolina Helena disse... [Responder comentário]

Você foi a qual loja da MAC? Eu moro no RJ e sempre vou na do Barrashopping ou Fashion Mall e sou muito bem atendida, todas as vendedoras são umas queridas, não se importam de você mexer em tudo, experimentar e ainda indicam o que ficaria melhor em você...além de avisar que aquele produto que você queria chegou...Realmente, essa vendedora que te atendeu é uma gross, uma estúpida! Mas, nem todas são assim! Sou leitora do Trendy Twinse já falei super bem delas por lá...Bjs

Milena disse... [Responder comentário]

Oi Carolina!

Olha, fui na loja do Iguatemi aqui de São Paulo.

Eu acho que isso depende muito de administração. Na minha opinião, é mais falha do gerente, que permite esse tipo de atitude de um atendente, do que da própria pessoa. Porque ignorante é ignorante, nem sabe que está sendo grotesco.

E isso varia. Não sei se é sorte, se é de dia... Eu sempre fui bem atendida na Contém 1g, mas já vi muita gente reclamar.

Que bom que aí no Rio as meninas são mais educadas! :)

(saudades do BarraShopping... Mesmo com tudo isso aqui de shopping em SP, nenhum se compara.)

Chris disse... [Responder comentário]

Oiii Mi =)

Sabe, eu não entendo porque existem vendedoras que fazem aquele tipo que estão de muito favor em te atender, outra coisa que percebo que se você, não estiver nos padrões da moda é meio descriminada e também não fazem questão nenhuma de serem educadas, pelo menos.
Pra mim é questão de ignorância, mente pequena e falta de administração da loja.
Falo de qualquer tipo de loja..desde de roupas até de maquiagem.
Ás vezes, o gerente é bem mais agradável e simpático do que a própria funcionária.
O que ando percebendo também é que existe um furor em torno da marca, nunca usei nada deles, mas me dá a impressão que só eles possuem os produtos perfeitos e sabemos que não é bem isso, que existem outras marcas tão boas quanto as deles.
Uma vez fui com a minha mamis na Suil do Shopping Ibirapuera, queria ver um perfume pra dar pra ela, nossa, fomos tão mal atendidas, a vendedora mal falava conosco, ficava no humhum, a loja estava vazia, ai, parece que o sangue sobe nessas horas..rss mas discretamente pedi pra falar com o gerente, este veio e eu disse calmamente, olha eu acho interessante você treinar melhor sua funcionaria, pois não fui bem atendida e me deu a clara impressão que a sua funcionária achou que eu não tenho condições financeiras de adquirir um produto daqui e por isso não venho mais comprar aqui e nem indico.
O cara começou a se desculpar e querer falar com a moça e falei apenas, tenha um bom dia e sai da loja com mamis e é verdade nunca mais entrei na loja, peguei birra...rs.
É por isso que amo comprar pela net.
Só pra fechar o assunto, teve um produto que eu comprei, pois li em alguns blogs e num video de make, que a paleta de 30 sombras era divina e tal...e eu estava em Sampa e fui na loja da marca pra comprar, no caso fui super bem atendida, a moça me deixou a vontade e até ganhei brinde...mas me decepcionei com o produto...tem cores pigmentadas, mas umas 5 na minha opinião, o resto, eu apanho pra aplicar tenho que ficar passando e mesmo utilizando um potencializador, mas o engraçado é que depois tem um boa fixação...rs
Eu não sei se é o meu tipo de pele, o lote da mercadoria, mas confesso que não tenho intenção de comprar novamente essa paleta...a marca é da Catharine Hills.
Adorei o teu post, Mi.
Lindo dia
Beijos estrelares

Carlinha disse... [Responder comentário]

Adorei seu "tem que atender a Creuza aqui".
Isto irrita.
Tem uma loja de importados no Shopping Tamboré e já comprei sim por lá.
Sou engenheira, e em dia de obra não dá pra sair linda e brilhando, mas isto não me impede de ir fazer compras se necessário, ninguém tem nada a ver com minha vida e minha profissão.
Aí vendedora maquiada te olha com desdém e te segue pela loja (a mesma loja que você já gastou dinheiro anteriormente, antes de conhecer o Morangão da vida) e vem te acompanhando com cara de eu acho que você vai furtar algo.
*&%*¨%.
E pra fechar com chave de ouro, estava procurando o tal do gloss plump da Maybeline, que eu vi que tinha sido lançado numa revista - lá não vende e eu não sabia - e a merdinha ainda veio me desdenhar mandando eu procurar na farmácia?
Por sorte, também cansada aquele dia, meu lado barraqueira estava mode off.
Quanto às lojas O Boticário daqui da região não tenho o que reclamar, sempre sou tão bem atendida que até me recuso a entrar porque NUNCA saio sem comprar nada. :(
PS: nunca usei nada da MAC.
Estou louca por uma paleta multi colorida de sombras.

Renata disse... [Responder comentário]

Engraçado... Ou melhor, significativo, pros marketeiros que quiserem enxergar (se é que existe algum; acho que só tem dois tipos de pessoas em marketing: os que querem ver e veem, e os cegos - leia-se 'incompetentes'). Esse post valeu vários comentários, praticamente nenhum sobre os produtos em si, e quase todos sobre a questão do atendimento.

Lendo o que o pessoal comentou, lembrei da época que eu era [mais] pobre, uma rélis estagiária, mas cansei de perambular pela Oscar Freire naquela época, e entrava na G, na Empório Armani, em qualquer lugar que me desse na telha. Entrava, era super bem atendida, experimentava vestidos de sonho que eu teria ínfimas probabilidades de um dia poder sequer usar - quem dera comprar! Me olhava no espelho, e tinha meus 5 minutos de princesa antes de vestir o jeans velho e a camiseta básica. E sabem o que as vendedoras diziam? Elas diziam, chiquérrimas e com toda a simpatia do mundo, como se elas fossem da mesma espécie que eu: "Ficou lindo em você! Tem certeza de que não quer provar mais algum modelo?"

Não acho que qualquer vendedora comissionada tenha obrigação de ser extra doce com a gente, quando sabe que a gente não vai comprar. Mas quando elas são, a gente fala bem, e como a Milena disse, ninguém sabe quem um dia pode ser uma cliente que gasta, e vou mais longe: ninguém sabe quem você conhece e que tem muita grana pra gastar na loja em questão. Isso eu to dizendo pelo ponto de vista de quem vende, certo?

Agora, pela visão de quem compra, é simplesmente ridículo! A única coisa que faz sentido pra mim, como cliente, quer eu esteja comprando naquele momento ou não, é se o produto presta e se eu acho que meu suado dinheiro deve ou não ir pr'aquela marca.

Se a grife acha que tem algum valor ser esnobe com o cliente, azar. Eu não acho. E eu, e suponho que quase todo mundo, vai comprar na Zepa ou na Cartier, dependendo do que gosta e de como é atendido. Porque gente, mulher é um bicho besta: anda de carro velho mas financia uma jóia em 48 meses, mas compra. Burro é quem não sabe disso. :P

Fodali disse... [Responder comentário]

Dou apoio `a sacanear a vendedora escrota, sendo cricri e perguntando e irritando.

Ninguem mandou atender como se estivesse falando com a vovozinha.

Eu nao dou barraco, mas aproveito pra pentelhar as vendedoras escrotas o maximo que eu puder, bagunco os produtos, desperdico o tempo da infeliz... merece!

Em compensacao, atendimento bom eu faco questao de elogiar a pessoa pro gerente.

(E pincel da MAC, 'e bom? Alguem tem/testou?)

Renata disse... [Responder comentário]

Nem chegamos perto dos pincéis! Não sei sobre a Mi, mas eu não quis nem olhar pra não correr o risco. Saaaaaaai, tentação!

Milena disse... [Responder comentário]

Oi Chris... Acho que sei qual é esaa loja...rs.

Oi Carlinha. A gente se sente péssima, né. :-/

Maga, dizem ser fantásticos. Mas também dizem que há cópias "inspired" que são de qualidade. Eu, como nunca usei um, amo os meus creuzos e sou feliz com eles.
Ainda mais depois de perguntar o preço de um pincelzinho de sombra uma vez, na MAC do Morumbi.
107 reais. Aham. Vou comprar mesmo. rs

Silvia disse... [Responder comentário]

Meninas

Adorei saber sobre essa loja!! É no Iguatemi, né? Vou lá e quero ter a sorte de ser atendida pela tal fulana.... Vai ser muito divertido,rsrsrs

Só por curiosidade, poderiam me dizer o que é "Morangão"? estou perdendo alguma "boiada"?

Anônimo disse... [Responder comentário]

Voltei só pra dizer que já achei a rsposta da Milena sobre o "Morangão". Brigadão, Milena.
.....E a "vendedora"da MAC me aguarde.

Bjks

Stylosophy disse... [Responder comentário]

Nossa, que raiva! Que vaca!
Olha só, como eu já disse minha mãe foi super bem atendida em Curitiba.Tem gente que nao serve pra nada mesmo, brigou com o mundo e leva isso pro trabalho. Coitada, tratando os outros assim ela nao vende nada em lugar nenhum.
Eu sou mal atendida assim geralmente no Boticario, uma época peguei um nojo tão grande que entrava, pegava o perfume e ia pro caixa sem falar com ninguém...o povo achava que eu era louca e grossa. Mas agora melhorei.
quanto a MAC...pior pra ela...
Bjins.

Milena disse... [Responder comentário]

Só pra fazer um update e não ser injusta, ontem eu passei novamente na mesma loja (não fui ao shopping pra isso, mas já que tava na porta...) e fui atendida por outra pessoa (a nojenta não tava lá).

Dessa vez o atendimento foi ótimo, o rapaz foi super simpático. Se bem que eu tava com a Vivi (gêmea boa), né, que compra lá direto e é poderoooooooooooosa, rsrs.
Mas até foto ele tirou da gente. Foi bem bacana.

Quanto aos preços:
Blush - R$ 85,00
Fluidline - R$ 75,00
Paint Pot - R$ 80,00
Sombras - R$ 80,00 (acho)

Anônimo disse... [Responder comentário]

eu sempre fui atendida bem nas MACs do Iguatemi e do Morumbi. Aqui em Curitiba o atendimento tb foi é bem bom.
Ás vezes é uma vendedora mané que acordou de cu virado.
Mas amo a MAC. Tem coisas que são bem normalzinhas, tipo os primers. Mas nao tem como comprar os blushes e batons maravilhosos..

A sombra é 65,00 milena!

Milena disse... [Responder comentário]

Oi Anônima. Beleza, obrigada pela informação. Eu não tinha certeza mesmo, daí o meu "acho" entre parênteses.
Perguntei tanta coisa, que no final acabei misturando as informações. ;)

Quanto a atendimento, muita gente reclama da Contém 1g, por exemplo, e eu sempre fui muito bem atendida lá. Houve uma vez em que o vendedor não foi honesto em relação ao produto, mas foi extremamente simpático e atencioso.

Olha, vai ver eu não tenho cara de MAC. Vai saber, né. A vendedora olhou pra minha cara e decidiu que não valia a pena. rs

Milena disse... [Responder comentário]

Quanto aos batons, eu achei legais, mas tenho melhores. Ainda prefiro Dior e Clinique.

anapaulagfarias disse... [Responder comentário]

Olha meninas, ja comentei isso em outros blogs e reitero aqui: eu odeio comprar cosmeticos aqui no Brasil!! Quando o produto eh caro e PRECISA ser testado, as vendedoras fazem cara de c*, quando e baratinho, nao se empenham em vender... Estive ha pouco nos USA e entrei na MECA dos cosmeticos, mais conhecida como Sephora e isso sim e atendimento nota 1000!! Assim que entrei, a vendedora perguntou se eu precisava de ajuda e disse que nao... Fucei tudo, curvex shu, rimel caro, esmaltes, blushes, iluminadores e produtos pra pele e nenhuma vendedora me olhou como seu eu fosse uma trombadinha prestes a roubar algo. Quando precisei da explicacao de um produto (depilador), a menina ficou quase 15 minutos me ensinando tudo, com uma simpatia que me deu odio do Brasil, digo, das vendedoras brasileiras e mesmo nao levando o produto, ela foi simpatica. Me senti muito bem e depois de umas comprinhas no shopping voltei la e comprei horrores...

Milena disse... [Responder comentário]

Oi AnA Paula!

É, realmente o atendimento nos EUA é diferente. Não posso falar de outros países, porque não conheço.

Mas acho que é uma questão de treinamento, sabe. O empresário aqui também não quer investir no funcionário. Aí complica, né... :-(

Bjs

Elis disse... [Responder comentário]

CARACA!! ela nao soltou esse: "PRA COMPRAR NO FREESHOP, É? " fala sério!!!!
ainda bem q eles se ligam q o preço q eles cobram aqui é ridiculo de tao inflacionado, rico q é rico é mão de vaca e compra em free shop mesmo, afianl vive viajando!

se o tal renato soltasse essa pra mim eu acho que aí sim eu reagiria. não sei.. que petulância dessa gte!!!!

menina to aqui chocada! agora vou lá fuçar td e falar.. agora me dá uma licençinha q eu vou ali comprar na MAC.. de PARIS!!!!!
Morram seus insuportáveis!!! hahahhah

bjs linda!

Priscila disse... [Responder comentário]

Olha... Depois de tanto ler blogs metendo o pau na qualidade de atendimento das MAC's, já estou ficando pré-traumatizada em ter que ir procurar minha cor certa de Studio Fix =/
E casos como esse viiiiivem acontecendo comigo. Yes, eu tenho cara de pobre, não nego, inclusive acho linda. Mas muitas vezes quando chego numa loja, pronta para gastar na boa, chega uma quase dizendo na minha cara "Vaza, que aqui não tem nada que você possa comprar". A última foi no Espaço Oculum, no Shopping Recife, quando fui provar uns Rayban Wayfarers e saber o tamanho perfeito pra minha cara de lysa. A loira coroona que me atendeu foi tão esnobe que parecia querer me por pra fora da loja!
Agora imagina numa MAC, gente! Ahh se fosse mais fácil escolher base/pó confiando só no monitor do pc... Lamentável.

Renata disse... [Responder comentário]

Pois é, Priscila, eu já li sobre esse tipo de problema com a MAC não só no Brasil, viu? Acho que é em todo lugar.

E sabe de uma coisa? Acho isso um absurdo! Desde quando MAC é grife de rico? Pensa nisso antes de entrar numa MAC ;)

Anônimo disse... [Responder comentário]

Gente,estou horrorizada com o tanto de meninas que se dirigem num tom grosseiro e de superioridade perante vendedores.Existem vendedores e vendedores,e nao podemos generalizar ,mto menos inferiorizar como se a profissão deles fosse pior que outras.que isso gente?

Renata disse... [Responder comentário]

Eu fico horrorizada com algumas pessoas que deixam comentários num tom grosseiro e de superioridade e não assinam.

Related Posts with Thumbnails